As mulheres e o tabu da masturbação.

Existe muito preconceito e confusão em relação a masturbação feminina. E a pior parte é que muitas vezes esse preconceito vem das próprias mulheres.

 

Em todo grupo de amigas, há sempre uma mais “saidinha”, que adora falar, ler e fantasiar sobre sexo. Antes de julgá-la, saiba que ela está totalmente certa. Para sua libido “acordar”, os estímulos precisam ser contínuos. As mulheres mais à vontade com sua sexualidade tem mais desejo do que aquelas que não alimentam seus pensamentos com sexo.

Seja por vergonha ou falta de informação, o tabu persiste. Se você não se sente confortável se masturbando ou imagina que não tenha explorado totalmente o potencial do seu corpo para o prazer, saiba que você não está sozinha: cerca de 40% das mulheres não costumam se tocar, revelou um estudo da Universidade de São Paulo em 2017.

Se uma mulher consegue alcançar o orgasmo sozinha, ela tem chances muito maiores de ter relações sexuais mais satisfatórias. Isso acontece pois a tarefa do prazer na penetração não fica apenas dependente do ritmo que o parceiro assume na hora do sexo, mas também das experiências e técnicas que a garota desenvolveu sozinha.

Quando o assunto é sexo, vale tudo: do banco traseiro do carro às escadarias do prédio. Para a masturbação, a regra é válida, porém, um local onde você não seja interrompida e se sinta confortável é mais indicado.

A masturbação é um momento de liberdade, então fuja de elementos que podem inibir sua sexualidade. Agora, se você tiver a fantasia de se masturbar em locais públicos, a conversa é outra.

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *