Como descobrir a fantasia sexual da minha parceira(o)?

Você já se perguntou o que excita a pessoa que está com você? Tá querendo descobrir e não sabe como? Confira.

Se você quer ter uma conversa mais picante e descobrir as vontades secretas da pessoa que você ama, primeiro de tudo, tenha calma. É importante escolher bem a hora para falar dessas coisas. Toque nesse assunto quando os dois estiverem bem à vontade e em uma situação íntima, longe de qualquer problema do cotidiano.

Quando você perceber que o momento é propício para isso, toque no assunto sem medo e com uma certa seriedade. Não é produtivo levar tudo na brincadeira e não ser objetivo. Mantenha o foco e use seu charme para criar o clima certo.

Viver a fantasia pode ser um ato de liberdade, pois fantasiar algo não significa que você fará aquilo de fato. Na verdade, o bonito na fantasia é que ela lhe permite a liberdade de experimentar uma variedade de situações sexuais além dos limites da realidade. E na fantasia você pode se experimentar, muito, e sem riscos.

Mas e quando um dos lados não concorda com a ideia? Quando o parceiro não quer entrar na fantasia é melhor não insistir, pois pode ser que ele se sinta forçado, ameaçado intimamente. Forçar a barra pode trazer danos à relação e às vezes até ao desempenho sexual.

Quando a fantasia envolve diversão, prazer, amor e intimidade entre o casal é sempre bem-vinda. Porém, é preciso avaliar se a fantasia sexual não ultrapassa os limites do bom senso e da segurança de todos.

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *