A Depressão e a Homeopatia

A depressão é uma doença que representa um problema de saúde pública. Especialistas estimam que uma em cada cinco pessoas no mundo já apresentou ou pode apresentar o problema em algum momento da vida.

Apesar dos tratamentos eficazes para combater a depressão, infelizmente apenas metade das pessoas com este quadro recebe os cuidados necessários. Estima-se que em muitos países este número seja inferior a 10%.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) define depressão como um transtorno mental comum, caracterizado por tristeza, perda de interesse, ausência de prazer, oscilações entre sentimentos de culpa e baixa autoestima, além de distúrbios do sono ou do apetite. Também há a sensação de cansaço e falta de concentração.

É muito comum que os pacientes diagnosticados com depressão se preocupem com os efeitos colaterais e fiquem com medo de tomar antidepressivos tradicionais, que podem causar sérios danos, como problemas de aumento de peso e prisão de ventre, perda de libido, dores de cabeça, visão turva, tremores e sonolência.

Os antidepressivos homeopáticos apresentam excelentes resultados sem causar danos colaterais. A homeopatia não pretende apenas silenciar a depressão, mas sim resolver as causas que estiveram na origem de seu desenvolvimento. Essa é uma das principais qualidades do tratamento: encarar cada pessoa como um ser singular e com manifestações próprias.

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *