PRECISAMOS FALAR SOBRE NUTRIÇÃO NA TERCEIRA IDADE.

Quando envelhecemos, nossos órgãos também envelhecem. Mas, quais são as consequências da idade quando falamos sobre vitaminas e nutrientes? Entenda.

 

Os sintomas da falta de nutrientes demoram a aparecer, mas silenciosamente, ela pode prejudicar os ossos (por falta de cálcio), o aprendizado (anemia de ferro) e até a formação de músculos (falta de proteínas).

Nos idosos, esse problema é ainda mais preocupante – com a idade, o intestino também envelhece e, além da perda muscular, há também uma redução da capacidade de absorção de muitos nutrientes pelo corpo.

Para piorar, os mais velhos costumam não ter hábitos alimentares muito bons, o que pode se refletir no dia a dia e até levar à desnutrição. Por isso, a refeição dos idosos deve ser sempre completa e precisa ser rica em proteínas que ajudam na formação da massa muscular, evitando risco de quedas e fraturas.

A redução repentina de peso sem motivo aparente, por exemplo, também deve ser investigada, porque pode indicar algum problema mais sério de saúde. As pessoas muito magras nem sempre são saudáveis e podem estar com falta de algum nutriente sem saber – por isso, é muito importante fazer acompanhamento médico regularmente nessa etapa da vida.

Está precisando complementar sua dieta com nutrientes

fundamentais para a manutenção da saúde?

Nós temos uma ótima dica: é o Poliviron, um polivitamínico completo

para auxiliar na sua alimentação diária. Saiba mais aqui: http://multisaude.ind.br/produtos/poliviron .

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *