131 0

TUDO QUE VOCÊ QUERIA SABER SOBRE A TPM E NINGUÉM TEVE PACIÊNCIA DE EXPLICAR

O nome é tensão pré-menstrual. E existe um bom motivo para a palavra tensão estar ali. Acreditem, passar por isso todos os meses não e fácil. 

A TPM é uma alteração hormonal que ocorre antes da menstruação e bagunça com tudo. Tudo mesmo. Você fica irritada, com raiva, com fome, sensível. Tudo isso acontece porque nela há um desequilíbrio de neurotransmissores como a serotonina, que é responsável pela sensação de bem-estar, por exemplo. Especialistas estimam que, em média, uma mulher passa por cerca de 150 TPMs na vida. 

Assim como em tudo na vida, não dá pra rotular e a TPM não se manifesta de maneira igual em todas as mulheres. Mas alguns estudos mostram que esses são os efeitos mais comuns, acompanhados da ansiedade, alterações de humor, dores e inchaço. 

Só que nem sempre dá pra demonstrar isso. Afinal, todas nós temos que sair de casa, trabalhar, pagar os boletos, cuidar dos filhos, pegar ônibus, dirigir, conviver com pessoas como serumaninhas sociáveis. É por isso que em alguns países como Japão e China existe a Licença-menstruação. uma lei que permite que mulheres fiquem em casa com descanso remunerado para os dias em que as cólicas forem muito intensas. 

Mas como nem todo mundo tem acesso a isso e deixar a peteca cair está fora de cogitação, sempre existem aquelas coisinhas que a gente pode fazer pra minimizar os efeitos que só quem já teve TPM sabe como é (mas gostaria muito de não saber). A primeira delas é: não caia no conto do chocolate! Isso mesmo, essa delícia não é nem de longe nosso melhor amigo. Todo chocolate tem felinatilamina, uma substância que causa satisfação momentânea, mas, quando é eliminada, pode deixar de brinde dores de cabeça e pelo corpo e até criar um estado depressivo. Também fuja do café, álcool, refrigerante e cigarro. Eles só servem pra aumentar a irritabilidade e dificultar o sono. Ao invés disso, beba muita água, um chazinho de ervas e procure manter o controle. You can do it, girl!

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *