5 alimentos funcionais que ajudam a fortalecer o sistema imunológico

Embora a alimentação tenha um papel fundamental em nossa vida, não basta apenas ingerir calorias para se manter ativo. É preciso selecionar os alimentos que consumimos, de maneira que possamos suprir todas as nossas necessidades nutricionais diárias.

Porém, alguns alimentos vão além disso. Ricos em vitaminas e minerais, eles podem servir como auxiliares no fortalecimento do sistema imunológico, nos tornando mais resistentes e doenças respiratórias e crônico-degenerativas, incluindo diabetes e até mesmo câncer. Vamos conhecer um pouco mais sobre eles para entender o quanto eles são importantes para uma vida saudável.

O que são alimentos funcionais?

Quando um alimento vai além de sua função nutricional, proporcionando benefícios à saúde quando consumidos de forma regular, os chamamos de “alimentos funcionais”. Isso significa que eles têm em sua composição substâncias que comprovadamente ajudam a proteger o organismo de doenças ou impactam no alívio de sintomas.

O consumo de alimentos funcionais é uma tendência nos últimos anos e em tempos de pandemia de coronavírus a importância deles se torna ainda maior. Aqueles que estão com o sistema imunológico em dia, ao menos em teoria, têm menos chances de desenvolver problemas mais graves de saúde.

A alimentação saudável é um dos fatores, ao lado dos exercícios físicos, das boas noites de sono e do uso de suplementos vitamínicos, que podem auxiliá-lo a se manter sempre mais resistente. Conheça alguns alimentos que podem auxiliá-lo nessa proteção.

Grãos de soja

Rica em isoflavonas, a soja em grãos auxilia a atenuar nas mulheres os sintomas da menopausa, tendo efeito protetor no combate a alguns tipos de câncer. As proteínas de soja também ajudam a reduzir as taxas do colesterol ruim, o LDL. O alimento e seus derivados são ricos ainda em fibras e vitaminas.

Feijão e lentilha

O feijão e a lentilha também fazem parte do grupo de leguminosas e, por isso, também apresentam benefícios similares, como boa quantidade de fibras solúveis e insolúveis. Além de aumentar a sensação de saciedade, elas retardam a absorção de glicose, auxiliando pacientes diabéticos, por exemplo, a regular os níveis de açúcar no sangue e reduzir a formação de placas de gordura nas artérias.

Quinoa

Considerada um “superalimento”, a quinoa é especialmente rica em proteínas vegetais, que fornecem ao organismo aminoácidos essenciais. Entre os seus compostos antioxidantes, os destaques são a quercetina e o kaempferol: ambos têm propriedades anti-inflamatórias e antivirais.

Tomate

Por fim, o tomate é outro dos alimentos que podem ser considerados funcionais e merece posição de destaque nesta lista. Graças ao licopeno, substância presente também na goiaba-vermelha e na melancia, esse alimento auxilia a reduzir o risco de alguns tipos de câncer, com destaque para o câncer de próstata. A dica é consumi-lo aquecido e por conta disso o molho de tomate é uma ótima opção.

Suplementos: um importante complemento

Sempre é importante lembrar que os alimentos funcionais não devem ser encarados como “medicamentos”, mas sim como elementos regulares a serem consumidos no dia a dia. Para os casos em que a alimentação não é suficiente para suprir todas as vitaminas e minerais que o nosso organismo precisa, recorrer ao uso de suplementos alimentares é uma solução para proporcionar maior imunidade ao organismo.

Produtos como o Forteviron Vitamin A-Z Men, que auxilia no fortalecimento do sistema imunológico, no metabolismo de proteína e no combate aos radicais livres, estão entre as soluções complementares que você pode incluir na sua rotina. Trata-se de um suplemento vitamínico com magnésio e triptofano e livre de açúcar.

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *