cansaço mental

Cansaço mental (psicológico): O que é, sintomas e tratamento

O dia a dia de trabalho pode ser muito estressante e causar cansaço físico e mental. Entretanto, quando esse cansaço aparece de forma recorrente e nos impede de realizar nossas tarefas diárias, torna-se patológico e pode ser, inclusive, sintoma de alguma doença como ansiedade ou depressão.

Entenda mais sobre o que é o cansaço mental, quais os seus sintomas e como tratar essa condição no texto a seguir.

O que é cansaço mental?

O cansaço mental, que também pode ser chamado de estafa mental, momento em que o cérebro humano chega ao limite, sobrecarregando-se de informações, fazendo com que o nosso corpo comece a dar pequenos sinais físicos de que a mente está cansada e precisa de uma pausa.

Essa condição pode produzir uma série de sintomas prejudiciais para a saúde física e mental, como insônia, tristeza constante, ansiedade, gastrite, perda de sono, dificuldade de memória e atenção, perda do apetite, diminuição da libido e muitos outros.

Por essas razões, o cansaço mental também pode ser chamado de fadiga mental, esgotamento mental ou Síndrome de Burnout.  Em outras palavras, é quando o cérebro não consegue mais raciocinar, solucionar problemas e visualizar estratégias. Quando o cansaço mental aparece, o cérebro pode precisar de algum tempo de descanso.

Sintomas

O cansaço mental pode ser a causa de diversos sintomas prejudiciais para a saúde física e mental do corpo. Entenda um pouco mais sobre cada um deles a seguir:

Cansaço permanente

Sentir-se cansado depois de uma semana de trabalho exaustiva é perfeitamente normal, quando esse cansaço desaparece depois de uma noite de sono reparador ou de alguns dias de descanso. Entretanto, caso a sensação de cansaço não vá embora e você continue cansado mesmo após um período de folga, pode haver um quadro de cansaço permanente.

Nesses casos, a sensação de cansaço físico e mental persiste e o paciente fica com a sensação de que precisa de um pouco mais de tempo de descanso. Um sintoma comumente associado a essa condição é a sensação de peso nas costas.

Irritabilidade

Outro sintoma muito comum causado pelo cansaço mental é a irritabilidade. Irritar-se com situações do dia a dia, como um lacre que não se rompe, é perfeitamente normal. O problema é quando essa irritabilidade foge do controle nos casos em que um problema contornável leva a uma irritação que abala o equilíbrio emocional ao longo do dia. 

Dificuldade de concentração

Uma das piores consequências do cansaço mental é a dificuldade de concentração. Esse problema mostra-se ainda maior quando existem prazos apertados na vida profissional, que necessitam de uma certa concentração para execução das tarefas.

Essa dificuldade de concentração pode atrapalhar muito a vida pessoal e profissional, portanto é muito importante ficar atento aos sintomas.

Desânimo

Outro indicativo de cansaço mental é o desânimo. Novamente, sentir-se desanimado é algo comum, entretanto, se esse desânimo começa a se tornar um impeditivo, ou seja, atrapalhar o desempenho e impedir o cumprimento das obrigações diárias, pode resultar em um problema.

O problema torna-se ainda mais evidente quando o desânimo reflete em atividades que anteriormente causavam empolgação, como sair com os amigos ou praticar algum hobby, como ler, ir ao cinema, escrever, tocar um instrumento ou jogar videogames.

Nesses casos mais extremos, é importante buscar a ajuda de um profissional, pois também é um dos sintomas da depressão. O médico indicado para esses casos é o psiquiatra, que vai avaliar sua situação individualmente e, se necessário, indicar um tratamento.

Falha na memória

Um dos principais sintomas causados pelo cansaço mental é a falha na memória. Quando estamos cansados, é mais difícil reter informação e se lembrar tanto de tarefas importantes, como o prazo de entrega de um trabalho, como de atividades pequenas, como onde guardou os óculos ou as chaves de casa.

Essas falhas na memória normalmente acontecem porque há uma sobrecarga de informações e demandas com as quais o paciente precisa lidar. Essa sobrecarga afeta diretamente a capacidade de memorização.

Ansiedade

A ansiedade é um sintoma que surge como resultado de todos os outros sintomas em conjunto. A dificuldade de concentração, o desânimo e a falta de memória podem levar à ansiedade e deixar o paciente paralisado frente às adversidades do dia a dia. 

Quando a ansiedade causa essa paralisação, é necessário buscar tratamento com um psicólogo ou psiquiatra, pois esse sintoma também pode manifestar-se por motivos fisiológicos, que podem ser tratados através de medicamentos.

Como tratar o cansaço mental

Existem várias maneiras de se tratar o cansaço mental. A principal delas é permitir-se um tempo de descanso, sejam horas ou dias. Contra o cansaço mental permanente, normalmente é necessário ir até um médico psiquiatra.

Em todo caso, existem algumas mudanças de vida para diminuir a presença do cansaço mental em sua vida. Veja mais:

Prática de exercícios físicos

A prática regular de atividade física traz diversos benefícios para a saúde, dentre elas a liberação de endorfina, também conhecida como hormônio do prazer, que provoca uma sensação de bem estar, além de aliviar dores e oferecer uma sensação de relaxamento.

Pode até parecer contraditório, mas exercitar-se ajuda a descansar a mente.

Medicamentos

Como dito anteriormente, existem casos em que o cansaço mental é sintoma de alguma desordem psiquiátrica maior, como a depressão. Nesses casos, o médico pode indicar um tratamento medicamentoso voltado para essa doença.

Entretanto, também existem medicamentos que atuam como auxiliares, como o Forteviron WP LAB, que auxilia no tratamento da fraqueza física e mental, combatendo a diminuição ou ausência do desejo sexual, auxiliando na melhora do desempenho sexual.

Esteja ciente de que o cansaço mental pode ser um indício de uma doença mais grave e procure levar uma vida com equilíbrio, priorizando sempre seu bem-estar físico e mental.

Fonte(s): Psicólogo e Terapia, IBC, SBCoaching, ANAMT e Bula Forteviron

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *