saúde do intestino
WP
40 0

Como cuidar da saúde do seu intestino?

Nosso intestino é um dos órgãos mais importantes do nosso corpo, não somente devido a absorção de nutrientes, mas também porque participa de diversos processos, como a regulação da imunidade e do humor.

Por essa razão, é muito importante ficar atento aos sinais transmitidos pelo intestino para observar se há algo de errado no funcionamento desse órgão.

Entenda mais sobre as funções do intestino e como cuidar de sua saúde a seguir:

A importância do intestino para o organismo

O intestino é um dos órgãos mais importantes do corpo humano. A sua principal função no organismo é trabalhar na absorção de nutrientes que serão utilizados por diversas partes do corpo posteriormente.

Entretanto, o intestino também desempenha alguns papéis menos conhecidos pelo público geral, mas cuja importância para uma vida saudável é tão grande quanto a sua principal função. Entenda:

Segundo cérebro

Nos últimos anos, os cientistas descobriram uma grande correlação entre o intestino e o cérebro. Com isso, muitos especialistas começaram a se referir ao intestino como o segundo cérebro.

Em primeiro lugar, nosso intestino contém mais de 100 milhões de neurônios. Além disso, participa diretamente na produção de serotonina, neurotransmissor de grande impacto no funcionamento do cérebro e do humor.

Regulação do humor

Como vimos no tópico anterior, o intestino é capaz de produzir serotonina. Isso acontece através da conversão do triptofano (um aminoácido presente em peixes, leguminosas e castanhas, por exemplo) em serotonina.

A serotonina, por sua vez, tem um papel importantíssimo não só na regulação do humor, como na qualidade do sono e até mesmo em quadros de depressão e ansiedade.

Influência na imunidade

Cerca de 70% a 80% de todas as células imunológicas do nosso organismo estão presentes no intestino, justamente para que possam combater possíveis agentes infecciosos que entram através da alimentação, por exemplo.

Por essa razão, quando a saúde intestinal está prejudicada, pode ocorrer um processo denominado disbiose, quando existem mais bactérias prejudiciais para a saúde do que bactérias benéficas no intestino.

Isso prejudica a absorção de nutrientes e pode gerar um efeito cascata, levando a processos inflamatórios, ganho de peso, obesidade, resistência à insulina e até mesmo o aparecimento de alergias.

Como cuidar da saúde do intestino

Felizmente, existem diversas maneiras de cuidar melhor da saúde do intestino e garantir que esse órgão funcione de maneira saudável. Essas mudanças normalmente envolvem mudanças no estilo de vida e adaptações na dieta. Confira:

Fique atento aos sinais

Quando não está bem, nosso intestino manda diversos sinais. Enquanto alguns deles podem ser indicados através de dores ou gases, os sinais mais evidentes e confiáveis de que algo não vai bem se dão através das nossas fezes.

Por esse motivo, é muito importante olhar para as fezes logo após fazer suas necessidades no banheiro. Se as fezes vierem com uma coloração branca, por exemplo, pode ser indício de problemas hepáticos ou na vesícula.

Fezes pretas, por outro lado, podem indicar a presença de sangue no bolo fecal, o que, por sua vez, pode ser um indicativo de problemas como hemorróidas, fissuras anais ou sangramento digestivo.

Também é importante estar atento à frequência com que você vai ao banheiro. Não ir ao banheiro por muitos dias seguidos pode ser um sinal de constipação.

Coma mais fibras

As fibras são alimentos que auxiliam na saúde intestinal. Estas não são digeríveis pelo nosso organismo, mas auxiliam no processo digestivo.

Em primeiro lugar, aumentam o volume do bolo alimentar, o que facilita o trânsito intestinal. Fibras solúveis, por exemplo, se transformam numa espécie de pasta que auxilia na circulação do bolo fecal pelo intestino e facilita a absorção de diversos nutrientes.

Além disso, apesar de não serem digeríveis pelo nosso corpo, as fibras servem de alimento para as bactérias benéficas para o organismo presentes nesse órgão.

Ou seja, comer fibras não só evita a prisão de ventre, como melhora a saúde da flora intestinal como um todo. 

Se exercite

Se exercitar faz bem para o corpo como um todo, trazendo mais saúde e bem estar a longo prazo. Para a saúde intestinal, não poderia ser diferente.

Especialmente os exercícios cardiovasculares fazem com que o sangue circule com mais eficiência e intensidade. Com isso, evita-se a constipação.

Beba bastante água

Assim como a ingestão de fibras, a ingestão de água também é muito importante para que o processo digestivo e o trânsito intestinal ocorram de maneira saudável.

Quando em contato com fibras solúveis, a água auxilia na lubrificação das paredes intestinais, estimulando a movimentação do bolo alimentar e evitando problemas como a constipação.

Não segure o cocô

Segurar a vontade de fazer cocô definitivamente não é uma boa ideia, especialmente se você já sofre de problemas como a prisão de ventre. 

Ignorar a vontade de ir ao banheiro faz com que as fezes voltem para o cólon, onde ocorre a reabsorção de água, o que as deixa mais secas até a próxima vez que você sentir vontade de ir ao banheiro.

Fezes mais duras e secas podem causar problemas como hemorroidas, gerar dor e inchaço e, em casos mais graves, distender o intestino e perder a força dos músculos do reto.

Durma melhor

Noites mal dormidas afetam o organismo como um todo, inclusive o intestino. Uma pesquisa feita pelo Hospital Geral de Massachusetts, nos EUA, apontou uma correlação entre noites mal dormidas e uma doença chamada colite ulcerativa.

Além disso, dormir menos de 6 horas por dia aumenta o risco de diarréias, cólicas, perda de apetite, perda de peso e febre.

Formas de tratar problemas no intestino

Quando os problemas intestinais aparecem, é ideal procurar um médico especialista nesse órgão, como o coloproctologista. Caso haja algum problema mais grave, esse médico será capaz de diagnosticar o problema e te encaminhar para o melhor tratamento.

Em todo o caso, ainda existem medicamentos auxiliares que podem ser utilizados para melhorar a saúde do intestino e tratar diversos problemas, como o Intestilivre

O Intestilivre atua como auxiliar no tratamento dos sintomas das disfunções gastrintestinais, como constipação (prisão de ventre), diarreia, gastralgia (dores de estômago), dispepsia (sensação de peso no estômago), digestão lenta, distensão e dores abdominais, náuseas, mau hálito, gases, cólica e cefaleia (dor de cabeça).


Fonte(s): Conquiste Sua Vida, GNT, G1, Boa Forma e Minha Vida

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *