como identificar alimentos orgânicos
WP
56 0

Como identificar um alimento orgânico?

Identificar um alimento orgânico não é tarefa fácil. Confira as principais dicas para identificar alimentos livres de agrotóxicos neste texto!

Pesquisas recentes têm mostrado correlação entre o uso de agrotóxicos e o desenvolvimento de doenças como o câncer e outras condições. Por esse motivo, a procura por alimentos orgânicos, isto é, alimentos livres de agrotóxicos, está cada vez maior.

Entretanto, a tarefa de identificar um alimento orgânico pode ser difícil, especialmente no Brasil, país recordista mundial no consumo de agrotóxicos desde 2008. Confira neste texto como identificar alimentos orgânicos!

O que faz um alimento ser considerado orgânico?

Os alimentos orgânicos são os alimentos cultivados de maneira natural e sustentável, através da agricultura orgânica, isto é, aquela que não se utiliza agrotóxicos. 

Além disso, alimentos orgânicos também não utilizam adubos químicos, aditivos sintéticos, antibióticos, hormônios ou técnicas de engenharia alimentar.

Ou seja, alimentos orgânicos não são geneticamente modificados e não possuem adição de qualquer produto químico ou insumos artificiais.

Por que os agrotóxicos fazem mal à saúde?

Apesar de desempenharem um papel importante no controle de pragas e garantir o plantio em escala de diversos alimentos, o uso de alguns agrotóxicos podem ser prejudiciais à saúde do ser humano.

É importante esclarecer que nem todo agrotóxico possui esses malefícios e que muitos podem ser utilizados e consumidos pelo ser humano sem problemas. A questão é que, no Brasil, muitos agrotóxicos, que estão comprovadamente relacionados ao câncer, são legalizados e vão parar no prato dos brasileiros sem que sequer saibamos dos seus riscos.

A verdade é que cada substância pode gerar um tipo de problema diferente e pouco se sabe de fato sobre os malefícios dessas substâncias, pois seu uso não é estudado diretamente em humanos por motivos óbvios de segurança.

Entretanto, é possível medir o efeito dessas substâncias na saúde do organismo ao se analisar os trabalhadores do campo que estão em contato direto com os agrotóxicos.

Um estudo feito em agricultores que estavam expostos ao glifosato, um tipo de agrotóxico muito comum, mostrou um aumento no linfoma de Hodgkin, um tipo de tumor que ataca uma parte do sistema imunológico chamado de sistema linfático.

Além do linfoma de Hodgkin, outros problemas relacionados com a exposição prolongada aos agrotóxicos são:

– Problemas neurológicos;

– Dificuldades respiratórias;

– Irritações na pele;

– Problemas gastrointestinais;

– Alterações no sistema reprodutor masculino e feminino;

– Câncer no cérebro;

– Câncer de mama;

– Câncer de esôfago;

– Câncer de pele;

– Câncer no sistema digestivo e reprodutor.

Sabendo de tudo isso, é muito importante ficar atento aos alimentos que consumimos. Ao duvidar da origem, é melhor não realizar a compra do que se expor a essas substâncias.

Benefícios dos alimentos orgânicos

O principal benefício dos alimentos orgânicos é a ausência de agrotóxicos e insumos artificiais. Os agrotóxicos, em especial, são conhecidos por poderem causar diversas doenças, como o câncer, sendo que muitos deles são proibidos na União Europeia.

Além disso, os alimentos orgânicos são mais ricos em nutrientes, mais saborosos e garantem uma nutrição mais eficaz. Também são mais sustentáveis, já que o seu cultivo não agride tanto o meio ambiente quanto alimentos não orgânicos.

Como identificar alimentos orgânicos

Existem algumas maneiras de se certificar de que o alimento que você está comprando é de fato um alimento orgânico. Nós separamos algumas dicas para facilitar a sua vida na hora de escolher os alimentos que você vai levar para casa. Confira:

Busque revendedores de confiança

Como vimos anteriormente, não é fácil identificar um alimento orgânico com facilidade. Na verdade, somente algumas pessoas, que possuem um paladar muito aguçado, conseguem distinguir o sabor mais fresco e intenso dos alimentos orgânicos.

Portanto, na hora de comprar esses alimentos, busque um revendedor que te passe segurança na hora de comprar esses alimentos.

Não se apegue ao tamanho

Existe um mito muito comum de que os alimentos orgânicos não são tão grandes quanto os alimentos que são injetados com agrotóxicos. Entretanto, isso não passa de uma invenção. Não é raro encontrar alimentos orgânicos tão grandes ou até maiores do que aqueles cultivados com o uso de agrotóxicos.

Procure um selo de certificação

A não ser que você conheça o produtor do alimento orgânico, a única maneira segura de saber se um alimento foi cultivado com agrotóxicos ou não é através dos selos de certificação, que é colocado no alimento desde a sua produção.

Este selo é concedido pelo Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica (SisOrg), um órgão responsável por credenciar e fiscalizar produtos que possuem origem orgânica. Portanto, fique atento ao selo.

Tome cuidado nas feiras

Os produtos sem embalagens, vendidos em feiras, não precisam obter o selo de verificação da SisOrg. 

Por esse motivo, é preciso ficar atento. Existem feirantes que podem alegar vender produtos orgânicos quando na verdade oferecem alimentos produzidos com o uso de agrotóxicos e outros aditivos químicos.

Nesses casos, como identificar se o alimento é orgânico ou não?

Existe uma maneira de escapar desses golpes e garantir a origem natural do seu alimento. 

Os feirantes que vendem alimentos orgânicos devem apresentar uma declaração de conformidade orgânica, pois isso, assim como o selo, também comprova que o alimento participou do processo de identificação.

Nesses casos, o feirante deve deixar este documento acessível aos consumidores. 

Caso ele não esteja lá, antes de efetuar a compra, exija o acesso a esse documento. Caso o feirante se recuse a oferecer, isso é um alerta vermelho de que você deve procurar o seu alimento em outra barraquinha.

Como vimos, a alimentação saudável é a base para uma vida com mais qualidade. É uma das formas de promover mais disposição no dia a dia e um sono de qualidade, de prevenir doenças e vários outros benefícios.

Manter uma dieta rica em frutas, legumes e verduras, sem dúvidas, faz parte de uma vida saudável, principalmente se esses produtos são orgânicos, ou seja, livre de agrotóxicos que podem fazer mal à sua saúde.

Por isso, procure supermercados e feiras que oferecem esses alimentos e inclua no seu dia a dia. 


Fonte(s): IDEC, Saúde Brasil, Lemanjue, Nutritotal e Wanke

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *