Coriza: o que é, causas e tratamento

Quando acordamos com algum mal-estar e sintomas como a coriza, ficamos menos dispostos para realizar as tarefas do dia a dia. 

Ficar com o nariz escorrendo é um grande desconforto, pois é preciso assoar o nariz constantemente. Além da secreção, algumas pessoas costumam ficar com a região do nariz bem avermelhada.

Apesar de ser uma condição muito comum, é interessante entender as causas da coriza e saber como tratar. Continue a leitura para saber mais!

O que é coriza?

A coriza, nariz entupido ou nariz escorrendo, é um sintoma que surge como reação a doenças inflamatórias que afetam as vias nasais, como os resfriados, gripes e quadros de rinite e sinusite.

Como defesa, nosso organismo, ao entrar em contato com os agentes causadores da inflamação, como vírus, bactéria ou outro fator externo, tem como reação a coriza. Há a tentativa de envolver invasores, pequenas partículas irritativas, e expulsá-los através da secreção.

A coriza pode ser caracterizada como um corrimento líquido transparente, amarelo mais espesso ou até mesmo com a presença de sangue. É comum que o sintoma seja acompanhado de congestão nasal e espirros.

Causas

A coriza é uma reação comum do nosso organismo ao perceber a presença de invasores que provocam irritação nas cavidades nasais. As principais causas associadas são as reações alérgicas que irritam a mucosa e infecções. 

Rinite alérgica

A rinite é uma doença inflamatória que afeta as vias nasais e pode ter como causa diferentes fatores. No caso da rinite alérgica, a causa está associada ao contato com os alérgenos que causam irritação da mucosa, como poeira, alterações climáticas, pólen, perfume, ácaros, pelos de animais de estimação etc.

Além disso, a rinite é uma das principais causas da coriza, sendo a secreção uma forma do nosso organismo se defender de agentes alergênicos. Normalmente, a coriza tem aspecto transparente e é acompanhada por espirros constantes, vermelhidão no nariz, nos olhos e obstrução nasal. 

Leia também: Gripes, resfriados e rinite alérgica: por que são mais comuns no inverno e como prevenir?

Infecções

A coriza pode surgir como sintoma de infecções que atacam as vias respiratórias, como é o caso das infecções virais (gripes e resfriados). Nesses casos, é comum que a coriza tenha aspecto mais líquido e transparente, e esteja acompanhada de sintomas como cansaço, dor de cabeça, lacrimejamento nos olhos, mal-estar, dores musculares e febre. 

Esse sintoma também se expressa através de infecções bacterianas, mas pode apresentar uma cor amarelada-esverdeada. Essa característica, aliada com tosse, febre alta e dor de cabeça, pode indicar a condição de rinossinusite bacteriana.

Como tratar a coriza?

O tratamento da coriza normalmente é feito a partir do uso de medicamentos antialérgicos ou antivirais que combatem a alergia ou inflamação das vias nasais. Além de medicamentos, alguns cuidados básicos como hidratação, alimentação balanceada e limpeza ajudam a reduzir o sintoma. 

Apesar de ser um sintoma comum, tratá-lo é importante para reduzir o risco de desenvolver um quadro de sinusite, bronquite ou pneumonia. 

Medicamentos

Alguns medicamentos atuam no alívio dos sintomas da rinite, dos resfriados e de alergias e, por isso, podem ajudar a tratar a coriza. Alguns exemplos são o Hidracal e Alerginyl

O Hidracal é um medicamento em solução oral indicado como auxiliar no tratamento dos sintomas da faringite, rinite, sinusite, coriza, secreção nasal, espirros, obstrução nasal e cefaleia frontal. O Alerginyl também pode ser recomendado por auxiliar no tratamento dos sintomas de processos alérgicos que envolvem coriza, espirros, obstrução nasal, afecção nos olhos e inchaço nas pálpebras, irritação cutânea, eczema, urticária e prurido. 

Ao fazer o uso de qualquer medicamento, leia sempre a bula e tenha a orientação e supervisão de um médico. A automedicação pode trazer riscos à saúde.

Hidratação e alimentação

Ingerir bastante líquido, ficar em repouso e manter uma alimentação leve e saudável ajuda o organismo a recuperar-se de uma possível infecção ou crise alérgica, combatendo consequentemente a coriza e outros sintomas. Esses cuidados básicos ajudam a fortalecer o sistema imunológico, mas se o quadro não melhorar, é importante buscar ajuda e orientação médica.

Na alimentação, inclua frutas, verduras e legumes ricos em vitaminas, como caju, laranja, limão, brócolis, cenoura etc.

Higiene com soro fisiológico

Uma solução simples que pode causar alívio de forma rápida é a limpeza das vias nasais com soro fisiológico, pois este ajuda a desobstruir as vias aéreas. Faça a higiene e mantenha outros cuidados como a ingestão de líquidos, descanso e alimentação balanceada.

Como se prevenir?

A prevenção da coriza se dá através de cuidados que reduzem o risco de uma infecção viral ou bacteriana e de crises alérgicas. Ou seja, é indicado evitar o contato com agentes irritativos como poeira, pólen, pelos de animais, perfumes etc.

Para se prevenir de infecções virais e bacterianas, é importante reforçar os cuidados com higiene e não compartilhar objetos pessoais. Lave sempre bem as mãos, várias vezes ao dia, e deixe janelas e portas abertas para melhorar a circulação de ar.

Manter os ambientes bem higienizados e ventilados é um cuidado que ajuda a reduzir o risco de infecções e alergias e, consequentemente, ajuda a prevenir a coriza.

Fonte(s):  Minha Vida e Tua Saúde.

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *