11 dicas para manter-se calmo em períodos de caos

11 dicas para manter-se calmo em períodos de caos

Todo mundo concorda que não é fácil permanecer calmo(a) em tempos difíceis e de caos, especialmente o que passamos atualmente com a pandemia do novo coronavírus. Segundo pesquisas, nestes últimos anos, boa parte da população tem desenvolvido e/ou agravado algum tipo de condição médica mental, como nervosismo em excesso, ansiedade e até mesmo quadros depressivos.

A saúde física, a segurança financeira, bem como o bem-estar mental são alguns dos fatores que têm sido alvo de preocupações neste momento crítico de incerteza, instabilidade e insegurança. Mas é fundamental manter a calma visando preservar seu conforto e evitando alguns gatilhos mentais como uma antecipação negativa de acontecimentos. Basta ter em mente: é passageiro e as coisas estão se encaminhando para o melhor.

Assim, definir bons hábitos de vida que promovem uma boa qualidade de vida à medida que evita momentos de preocupação ou pânico. É por isso que, neste texto, comentamos algumas dicas para se manter calmo em períodos de caos, dicas estas que você pode adotar em sua rotina. Confira!

11 dicas para manter-se calmo em períodos de caos (seja em tempos de pandemia ou não)

1. Esteja presente

Durante períodos de incerteza, estresse ou pânico, é comum deixarmos alguns acontecimentos prazerosos de lado. Esta inquietude, exaustão ou irritabilidade podem resultar em uma incapacidade de controlar as emoções, o que impede de aproveitarmos as coisas boas da vida que nos cercam. 

É por isso que é importante parar para entrar verdadeiramente em contato consigo mesmo e tentar entender sua realidade. Por isso, alguns passos aqui são sugeridos:

  • Respire fundo por algum tempo e concentre-se em seus pés. Conte até 30 segundos. Isso ajudará a manter a calma;
  • Perceba e conecte com seus sentidos, prestando atenção no que ouve, toca, prova, cheira ou vê.

Estas são algumas orientações de como se manter presente em sua própria vida e aproveitar cada momento. Concentre-se nessas pequenas ações, procurando extrair o melhor de cada experiência.

2. Seja gentil com as pessoas que estão à sua volta e com você mesmo

Seja por meio de pequenos atos de caridade. Um simples sorriso ou um saudoso “bom dia!” pode melhorar o dia e o humor das pessoas, por isso, procure investir nisso. 

Além disso, é possível contribuir em iniciativas propostas por organizações (especialmente ONGs) de angariação de cestas básicas, refeições, ou itens de higiene pessoal para aqueles que estão em situação de vulnerabilidade social. Por isso, é interessante pesquisar por ações que necessitam do apoio da população para fazer o dia de alguém feliz.

Agora, no que toca a ser gentil com você mesmo, procure interiorizar esta gentileza, procurando por atividades que tragam calma e pacificidade. Isso pode ser por meio do preparo de alimentos saudáveis e que lhe dão prazer ou de uma rotina de exercícios, sempre respeitando seu ritmo.

3. Limite o consumo de notícias diárias

Consumir notícias regularmente é importante, afinal, é assim que temos acesso aos conhecimentos da nossa cidade, estado, país e do mundo. Contudo, muitas informações negativas podem fomentar ainda mais o caos em nossas vidas. Números e estatísticas que parecem não melhorar podem dificultar sentimentos de paz e equilíbrio interior. Isso acaba por dificultar a presença de uma linha tênue entre se manter informado ou obsessivo por notícias.

Por isso, é indicado ler ou assistir a noticiários por no máximo 15 minutos a cada vez, limitando esta atividade por cerca de 2 a 3 vezes por dia. Além disso, considere reduzir o tempo de redes sociais, pois tais informações podem ser oriundas destas plataformas.

4. Mantenha-se conectado(a) o suficiente, seja online ou offline

Muitas vezes necessitamos estar próximos daqueles(as) que temos um apreço. Por isso, é interessante criar momentos para socializar e conversar com as pessoas, seja por meio de um abraço apertado em nossa família ou por meio de chamadas na internet. Trata-se de um carinho especial — trocar experiências, ouvir a voz da outra pessoa, saber o que se passa na vida dela — que permite um aconchego maior em períodos de caos.

Além disso, manter-se conectado(a) pode referir-se a algo próximo ao primeiro item desta lista. Pode significar a reserva de um tempo para você pensar em você e em suas práticas pessoais, sejam elas religiosas, espirituais ou não.

5. Leve as coisas um dia de cada vez

A incerteza, instabilidade e insegurança provenientes do caos podem acarretar uma série de preocupações que nos fazem procurar resolver todos os empecilhos um atrás do outro. Em momentos de pandemia, por exemplo, estamos impossibilitados de conseguir planejar as próximas semanas e meses, por isso, é essencial levar as coisas um dia de cada vez.

Concentrar em uma rotina diária pode facilitar o alívio de sintomas de ansiedade, uma vez que conseguimos nos preparar para os eventos daquele dia, sem se preocupar com possíveis adversidades e intempéries. Por isso, planeje o horário de cada atividade — quando tomar banho, comer, fazer algo que gosta, entre outras —, sempre levando em conta aqueles que estão perto de você.

6. Cuide de seu corpo e mente

O corpo está associado diretamente com a mente e vice-versa. Desse modo, é indispensável pensar em atividades que fomentem uma saúde física e mental, podendo ser por meio da realização de exercícios físicos, leitura, alimentação saudável e hidratação — atividades que podem facilitar nosso objetivo aqui, que é o de manter-se calmos(as).

11 dicas para manter-se calmo em períodos de caos

7. Ocupe sua mente com um hobby

Seja em períodos de pandemia ou não, para manter a calma em meio ao caos, uma alternativa interessante é ocupar a cabeça com um hobby — uma atividade não obrigatória que lhe proporciona sensações de prazer, sejam cursos, leitura, andar de bicicleta, caminhadas, ouvir música ou assistir a filmes ou séries. Isso ajuda a manter a calma à medida que tira o foco de preocupação com o que está causando nervosismo.

8. Utilize técnicas para controlar sua respiração

Pode parecer evidente, mas em momentos de caos, quase nunca nos lembramos de respirar para manter a calma. Uma respiração acelerada somada a preocupações excessivas resulta em pensamentos negativos, de que nada poderá dar certo.

É por isso que é necessário utilizar técnicas de controle da respiração, controlando-a e diminuindo sua velocidade. Isso ajudará a oxigenar ainda mais o cérebro para a procura de saídas criativas que podem resolver determinado problema.

Além disso, é possível aplicar técnicas de meditação para fechar os olhos, desacelerar a respiração e concentrar-se em seus pensamentos. Isso também lhe ajudará a enxergar o problema de modo holístico, entender o que se passa e fazer tudo voltar ao normal.

9. Distancie-se do caos para enxergá-lo por inteiro

Sabe aquele pensamento de que é preciso afastar-se da obra de arte para poder compreendê-la e apreciá-la melhor? A mesma premissa pode acontecer com os problemas que estamos sujeitos diariamente.

Distanciar-se deste caos pode ser o que você estava procurando para enxergá-lo por inteiro. É bastante comum que pessoas que estejam tão envolvidas com algumas situações que não conseguem enxergar soluções óbvias, justamente por que estão imersas a estes processos.

10. Fuja do negativismo

Enxergar as coisas pelo lado bom da vida, fugindo do negativismo, é uma das saídas para manter a calma. Culpar-se, sentir que não é capaz ou pena de si mesmo(a) pode piorar a situação. Ou seja, concentre-se no que você é bom, veja um potencial positivo nas coisas que faz e lembre-se que você tem a capacidade de superar estes desafios.

11. Planeje-se e evite ser multitarefa

Assim como ter uma rotina diária facilita o controle do estresse, ter um bom planejamento também permite a antecipação de possíveis problemas e pode lhe preparar para resolvê-los da melhor forma, afinal, o caos muitas vezes é fruto daquilo que não temos controle. 

Mas existem alguns cenários que podem ser previstos e planejados para serem solucionados adequadamente, sem motivos para estresse ou preocupação. E isso é conseguido por meio de um planejamento holístico ao mesmo tempo conciso, objetivo e claro.

Além disso, concluir uma coisa de cada vez, sem ser multitarefas e atropelar demandas é uma dica essencial. Definir prioridades e prazos podem auxiliar neste momento de caos.

No fim, tudo vai passar. Contudo, existem meios para lhe ajudar a enfrentar seus desafios diários

Caso você, após aplicar algumas destas dicas em sua rotina, ainda se sentir preocupado(a) e ver que a situação não está melhorando, saiba que existem soluções que lhe auxiliarão a controlar sua saúde emocional, como um profissional — médico, psicólogo ou psicanalista. 

Estes trabalharão com o objetivo de compreender mais adequadamente sua realidade, podendo, para resolvê-la, indicar exames e alguns medicamentos que aliviam possíveis sintomas, como é o caso do NERVOCALM WP LAB®. Este é um remédio que se encontra à venda em todas as farmácias do Brasil ou, ainda, pelo site Clique Bem Estar.

Possuindo substâncias ativas de origem natural e referenciadas nas matérias médicas homeopáticas em todo o mundo, o NERVOCALM WP LAB® é indicado como auxiliar no tratamento dos sintomas da ansiedade leve e da insônia, permitindo ao paciente boas opções de relaxamento face às situações que pode enfrentar.

Fonte(s): Share Care, Sallet, Meu negócio UOL e Bula do Nervocalm.

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *