Quais as fases do sono e como dormir melhor?

Dormir é uma necessidade do ser humano, assim como comer e beber água. Sem uma boa noite de sono, nos sentimos cansados, com o humor afetado e podemos prejudicar as atividades do dia a dia, como estudar e trabalhar. 

A vida saudável depende de um sono de qualidade. É de grande importância compreender as diferentes fases do sono e como a saúde pode ser afetada com uma qualidade ruim do sono. Abaixo mostramos quais são elas e como você pode passar a dormir melhor!

Quais as fases do sono?

Enquanto estamos dormindo, passamos por diferentes estágios de sono. Existem dois principais que vão se alternando durante todo o período em que estamos dormindo: o sono de ondas lentas e o sono REM (Movimento Rápido dos Olhos).

Na maior parte do tempo permanecemos no primeiro estágio (sono de ondas lentas). Essa fase também é conhecida como NREM (Movimento Não Rápido dos Olhos), a qual divide-se em três fases (N1, N2, N3).

Uma noite comum de sono divide-se em estágio de vigília, N1, N2, N3 e REM. Explicamos abaixo cada uma delas:

Fase leve ou N1

É o início do sono de ondas lentas, sendo o mais leve deles. Dura em média de 15 minutos, sendo aquele momento característico em que estamos adormecendo, mas podemos acordar facilmente.

Nesse momento, os músculos se tornam mais relaxados, mas as atividades cerebrais não estão totalmente inativadas.

Fase média ou N2

É a fase do sono leve, em que o sistema respiratório e cardíaco permanecem no mesmo ritmo. Nessa fase, a temperatura do corpo começa a diminuir um pouco.

Fase profunda ou N3

Durante esse estágio, o corpo começa a entrar realmente em sono profundo e o metabolismo diminui bastante. Nesse momento, o organismo entra em um processo de recuperação da energia e das células. Nesta fase, também, ocorre a produção de hormônios do crescimento.

Sono REM

O sono REM está muito relacionado aos sonhos e, geralmente, acontece, a cada 90 minutos em que estamos dormindo. Em adultos, pode representar cerca de 35% do tempo de sono. São estágios que duram entre 5 a 30 minutos. Nesse sono, é onde apresentamos maior atividade cerebral.

Benefícios de um sono saudável para o nosso corpo

São vários os benefícios de um sono saudável para o corpo, sendo alguns instantâneos, como acordar com maior disposição e energia, e outros preventivos, como reduzir o risco de doenças a longo prazo.

Abaixo citamos os principais benefícios para o nosso organismo quando dormimos bem:

Fundamental para saúde física e mental

Um sono de qualidade garante o bem-estar físico e mental, pois durante o sono nosso organismo consegue descansar e produzir hormônios e substâncias na quantidade correta.

Com o corpo descansado, temos mais disposição para desempenhar as atividades do dia a dia, como trabalho, estudos e exercícios físicos.

Mais foco e memória

A privação do sono prejudica a nossa capacidade de manter a concentração e de armazenar corretamente as informações. Com o descanso adequado, o organismo é capaz de sintetizar as proteínas responsáveis por ajudar no foco, aprendizado e memória.

Além disso, durante o sono, o cérebro seleciona e preserva a memória. Por isso, pessoas que sofrem de insônia ou dormem mal têm maior dificuldade em lembrar de datas, nomes e eventos.

Melhora o humor e aparência

Alguns efeitos de uma noite mal dormida são imediatos, como as olheiras e o mal humor. Sem descanso, podemos ficar com maior irritabilidade, além do impacto na aparência. Dormir com qualidade é uma forma de melhorar a saúde mental, física e sua estética.

Regula o apetite e ajuda a manter o peso

Há um mito de que dormir demais pode fazer com que haja aumento de peso, mas, na verdade, o sono é fundamental para quem quer emagrecer ou manter o peso.

Durante o sono, o nosso corpo continua gastando energia e queimando calorias. Além disso, é durante o sono que nosso organismo produz hormônios que regulam o apetite. 

A privação do sono desequilibra esses hormônios e acaba afetando a fome. Ou seja, dormir mal pode aumentar o apetite e prejudicar o funcionamento do metabolismo.

Como dormir melhor?

A qualidade do sono pode ser afetada devido ao excesso de preocupação, ansiedade, maus hábitos antes de ir para a cama, dor crônica ou por consequência de alguma doença.

Medicamentos

Em muitos casos, a dificuldade em dormir é mais grave e precisa de medicamentos e acompanhamento médico para ser tratada. 

Medicamentos prescritos para o sono podem ser específicos para insônia ou para o tratamento da causa da insônia, como os medicamentos para a ansiedade.

Um exemplo de medicamento usado em casos de insônia e ansiedade leve é o Nervocalm WP LAB, disponível em comprimidos e gotas. O Nervocalm WP LAB é indicado como auxiliar no tratamento dos sintomas de ansiedade leve e insônia. É importante que, antes de fazer o uso, um médico seja consultado e que as instruções da bula sejam lidas atentamente.

Mudanças de hábitos

Pequenas mudanças no dia a dia podem ajudar a melhorar consideravelmente a qualidade do sono. 

As principais dicas incluem criar uma rotina de horários para dormir e acordar, experimentar meditação, praticar exercícios físicos regularmente, ter uma alimentação balanceada e leve, especialmente à noite, evitar cafeína, reduzir a quantidade de horas no computador e celular no período noturno.

Também, é importante separar os ambientes para determinadas atividades. Não usar a cama para estudar ou trabalhar. Com isso, pode-se ajudar a organizar a rotina na hora de dormir. 

Fonte(s): Minuto Saudável, Bula Nervocalm e Tua Saúde

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *